CCR NovaDutra completa 21 anos de administração da via Dutra

Concessionária investiu mais de R$ 17 bilhões na rodovia em 21 anos

A CCR NovaDutra completa, nesta quarta-feira de cinzas (1º), 21 anos de administração da rodovia mais importante do país. No dia 1º de março de 1996, a CCR NovaDutra assumiu a administração da Presidente Dutra, com o compromisso de modernizar uma das estradas mais importantes do país por um período de 25 anos. Administrar a primeira grande concessão rodoviária brasileira trouxe uma responsabilidade a mais à empresa: provar que o negócio de concessão rodoviária daria certo.

Nos primeiros dias de concessão, era possível observar o estado da via Dutra. A estrada apresentava um cenário de deterioração, suas pistas estavam esburacadas, a sinalização era precária, o mato alto tomava conta do canteiro central, as defensas metálicas estavam retorcidas e muita sujeira se estendia ao longo dos seus 402 quilômetros. Além disso, os acidentes na Dutra matavam mais de 50 pessoas por mês.

Partindo do zero, a CCR NovaDutra estruturou-se como empresa em apenas cinco meses, tempo considerado surpreendente por se tratar de um negócio praticamente inédito. Da assinatura do contrato, em 31/10/95, à transferência efetiva da administração da rodovia para a empresa, em 01/03/96, 357 funcionários diretos foram treinados e equipados para operar a via Dutra. Além desses, foram empregados 128 terceirizados, em sua maioria profissionais especializados. As construtoras contratadas entraram na rodovia com mais dois mil operários.

1 Comentário neste post

  1. Realmente o governo do Sr Fernando Henrique Cardozo (PSDB ) entregou essa estrada em frangalhos, como muitas outras..Agora dizer que a estrada melhorou muito ,é piada. Vejamos : Trânsito eternamente caótico em Guarulhos ,Baixada Fluminense, as curvas assassinas no trecho Barra Mansa até Piraí ,bobeou ,morre.Serra das Araras só perde em perigo para as estradas nos Andes.Desfile de romeiros, ,animais na pista ,acessos irregulares em toda rodovia ,bandidos de prontidão ,postos da polícia rodoviária desativados,total insegurança em todo trajeto.Enfim quem sabe com a saída dessa concessionária novos horizontes apareçam. nunca ouvimos por parte das autoridades a palavra “”tolerância zero em acidentes “” Lembrem-se :é um dos pedágio mais caro do Brasil. Na rodovia Fernão Dias pedágio a R$ 2,10/praça

    Responder

Deixe seu Comentário