PF Apreende mais de 25 kg de drogas no fim de semana

A Polícia Federal, no Aeroporto Internacional de São Paulo em Guarulhos prendeu, entre os dias 3 e 5/mar, 5 passageiros com drogas no interior das bagagens.

Na sexta-feira (3) foram apreendidos mais de 18 Kg de drogas e 3 pessoas foram presas. Uma passageira filipina, 36 anos, desembarcou de Bogotá na Colômbia com mais de 4 Kg de cocaína nas bagagens. A droga foi localizada por servidores da Receita Federal no interior de canetas e dentro de uma embalagem para camisa. Em outra ação, em voo com destino a Joanesburgo na África do Sul, foram presos um argentino, 29 anos, e um brasileiro. Com o argentino, abordado por policiais federais no momento em que realizava o check-in, foram encontrados, dentro de seis camisas sociais, quase 4 Kg de cocaína. Já o brasileiro, 24 anos, levava mais de 9 Kg da mesma droga dentro de 11 latas de feijoada.

Policiais militares, que atuam com o auxílio de cães farejadores, durante ronda no saguão do aeroporto, perceberam o interesse do animal pela mala carregada por uma mulher sul-africana. A mulher, 27 anos, teve seus pertences submetidos ao aparelho de raio-x que revelou a existência de substância orgânica nos forros de duas bolsas femininas. A passageira foi conduzida à delegacia da Polícia Federal para realização dos exames periciais. Ocultos nos forro das bolsas foram encontrados 4 volumes contendo mais de 1 Kg de cocaína.

Em outra ação, servidores da Receita Federal selecionaram, nos canais alfandegários, um brasileiro que desembarcou de voo procedente de Paris, na França, para inspeção e localizaram, com o auxílio do raio-x, substância orgânica oculta nas estruturas de uma de suas malas. Os policiais federais foram acionados, conduziram o passageiro para acompanhar os exames periciais em seus pertences. Na delegacia, os peritos federais localizaram mais de 6 Kg de metanfetamina oculta nas estruturas da mala.

Os presos foram conduzidos aos presídios estaduais onde permanecerão à disposição da Justiça, respondendo pelo crime de tráfico internacional de drogas.

Deixe seu Comentário