Desde o ano passado no aeroporto, turista alemão agride passageiros

Alemão está desde dezembro no Aeroporto Internacional de Guarulhos

Sem rumo. Esta pode ser a definição simples para o turista alemão Stephen Brode, de 44 anos, que está “hospedado” desde o mês de dezembro do ano passado no Aeroporto Internacional de São Paulo–Guarulhos, em Cumbica. Enquanto as autoridades não tomam qualquer providência, o estrangeiro continua circulando livremente pelo equipamento e agredindo passageiros.

Ele chegou de forma legal ao país e sua permanência no local está atrelada a alteração de data e horário de sua passagem de volta a Alemanha. Sem condições financeiras para custear as taxas cobradas pela companhia aérea, Stephen decidiu permanecer no aeroporto. Apesar da discrição, seu comportamento é agressivo em relação aos demais passageiros. Pelo menos sete mulheres – passageiras e funcionárias de companhias aéreas – apanharam.

O delegado do posto da Polícia Federal no aeroporto, Marcelo Ivo, declarou em entrevista que o homem já foi notificado para deixar o país e caso não atenda a orientação, ele deverá ser deportado. Já o diretor de Operações do aeroporto, Miguel Dau, revelou não ter instrumentos legais para prender o alemão apesar do registro de atos de violência contra ele.

Segundo informações obtidas pelo HOJE, não há nenhuma queixa registrada contra o turista em relação às agressões. No entanto, funcionárias de companhias aéreas teriam feito o devido registro.
Em contato com a GRU Airport, concessionária responsável pela administração do equipamento de transporte aéreo, a mesma optou por não se pronunciar sobre o assunto, além de encaminhar o pedido de outras informações relacionadas ao alemão Stephen Brode com as polícias Civil e Federal, o Consulado da Alemanha ou a Delta Airlines.

Reportagem: Antônio Boaventura

Deixe seu Comentário