Prefeitura anuncia pagamento da gratificação aos servidores da Educação

A Prefeitura de Guarulhos realizará o pagamento da Gratificação de Mérito aos servidores da Educação, no próximo dia 31 de março

O anúncio foi feito na noite de terça-feira (21), por meio das nas redes sociais, pelo prefeito Guti e pelo vice-prefeito e secretário de Educação Cultura Esporte e Lazer, Alexandre Zeitune.

O pagamento da Gratificação de Mérito, atrasado desde 2016, beneficiará cerca de 6 mil servidores, garantindo assim um direito conquistado pelos educadores e defendido por Guti, quando vereador, durante greve da categoria, em julho do ano passado. “Sabemos da dificuldade financeira de todos os servidores e, por isso, reunimos esforços para conseguir saldar nesse mês de março a dívida da Gratificação de Mérito de todos os professores, cerca de R$17 milhões”, comemorou o prefeito.

O prefeito Guti reforçou ainda a importância dos professores, que atuam decisivamente na formação das crianças e jovens: “Nossos professores da rede municipal têm essa paixão, dinamismo e vontade de educar os alunos como se fossem seus próprios filhos”.

Para o secretário Zeitune, essa conquista se configura como uma ação coletiva, pois dependeu dos esforços das próprias escolas: “Passamos por momentos de muita tensão e para nós é compensador anunciar esse pagamento e, acontento, favorecer todos aqueles que acreditaram que juntos podemos mais”.

Durante a transmissão ao vivo, pela rede social, que até o momento já teve mais de 26 mil visualizações, o Secretário Zeitune falou de outras conquistas da SECEL, como a criação de 2700 novas vagas em Creches, o corte de cerca de 85 milhões no orçamento da Secretaria, além de valiosa consultoria da Fundação Lemann, entre outras ações que envolvem o Esporte e a Cultura na cidade.

1 Comentário neste post

  1. Carolina

    O guti está pagando o que é devido nesta época, e não o atrasado. O atrasado ainda não foi nem negociado. O informado no memorando circular, é que o pagamento se refere ao ano de 2016. O que foi motivo de greve ano passado, é referente a 2015 que deveria ser pago em março de 2016. A reportagem da a entender que ele quita os débitos da prefeitura, o que não é verdade.

    Responder

Deixe seu Comentário