Mais de 1 milhão de idosos e 1,2 milhão de pacientes crônicos precisam comparecer aos postos de saúde para se vacinar contra gripe, para que o Estado de São Paulo atinja a cobertura vacinal de 90% entre os grupos do público-alvo. Por isso, a Secretaria de Estado da Saúde está convocando pessoas ainda não imunizadas para tomarem as doses até 31 de maio, data prevista para encerramento da campanha.

Os dados informados pelos municípios paulistas mostram que o Estado já vacinou, mais de 7,6 milhões de pessoas contra a gripe, total que inclui 3,2 milhões de idosos e 1,3 milhão de pacientes com comorbidades, como diabetes e hipertensão. Esses dados representam cobertura vacinal de 67% e 46%, respectivamente.

O público-alvo totaliza 13,2 milhões de paulistas e a meta é vacinar no mínimo 12,1 milhões. Considerando todos os grupos, para atingir a meta de imunizar 90% do público-alvo é necessário que pelo menos 4,4 milhões procurem a vacina contra o vírus Influenza até o final da próxima semana.

A campanha começou em 10 de abril e desde então também foram imunizadas 1,6 milhão de crianças (54%), 241,7 mil gestantes (53%), 61,5 mil puérperas (83%), 4,5 mil indígenas (85%), 671 mil profissionais de saúde (49%), 236,7 mil professores (57%), entre outros.

“É de extrema importância que todos os grupos prioritários compareçam aos postos de saúde para imunização. Pedimos aos idosos e pacientes crônicos que tomem a vacina, capaz de evitar complicações futuras como pneumonias”, afirma o secretário de Estado da Saúde, José Henrique Germann. 

Segundo recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS), a vacina de 2019 vai prevenir a população-alvo contra o vírus Influenza dos tipos A (H1N1), A (H3N2) e B.

Foto: Fepesil AE