Polícia Federal realiza a apreensão de passageiro tentando levar drogas para Austrália

A primeira prisão foi de uma filipina, de 57 anos, que tentou embarcar para Bangkok, na Tailândia, com 3 Kg de drogas escondidos no fundo falso de uma mala. A passageira foi abordada pelos policiais federais no momento em que realizava o check-in e teve sua bagagem vistoriada. Os policiais encontraram, ocultos em fundos falsos, 18 volumes contendo substância em pó, identificada, posteriormente, nos exames periciais como cocaína.

Policiais federais, que atuam com o auxílio de cães farejadores, prenderam um brasileiro, de 28 anos de idade, tentando embarcar para Perth, na Austrália, com 3 volumes contendo quase 5 Kg de cocaína pura. Esta foi a primeira apreensão de drogas destinadas àquele país realizada neste aeroporto.

Os presos foram encaminhados aos presídios estaduais onde permanecerão à disposição da Justiça respondendo pelo crime de tráfico internacional de drogas.

Maior avião comercial do mundo é aposta da Fly Emirates para rota entre Dubai e Guarulhos

A primeira aterrissagem em Guarulhos foi em 2015, na época ainda como Boeing, veio somente para exposição. Neste domingo (26), o A380 aterrissou pela primeira vez como um voo comercial, da empresa dos Emirados Árabes Unidos Fly Emirates. A aeronave estava prevista para chegar às 16h30, mas devido a um pequeno atraso, o avião chegou às 17h15, vindo da cidade de Dubai.

Para a chegada da aeronave, a Fly Emirates inovou, e na pintura do avião estavam representados animais como rinocerontes e elefantes. Durante a chegada do avião, também estiveram presentes o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), o prefeito de Guarulhos, Guti (PSB), além do governador Geraldo Alckmin (PSDB).

A viagem entre Guarulhos-Dubai será de aproximadamente 15h, e a aeronave possui 14 assentos de primeira classe, 76 para a classe executiva 401 para econômica. As passagens para a classe econômica podem custar entre R$ 3 a 5 mil somente o trecho de ida, já primeira classe, pode chegar até R$ 50 mil.

Entre as mordomias da aeronave estão telas com mais de 2600 canais entre filmes, programas, músicas, jogos e videogames, além de um lounge bar voltado para a primeira classe junto com a executiva.

Reportagem: Ulisses Carvalho

Alemão que viveu por três meses em Cumbica embarca para seu país

Um carro saiu da porta dos fundos da delegacia da Polícia Federal no aeroporto e o levou à área de embarque. O alemão entrou antes de todos os passageiros. O voo estava marcado para às 18h15. Três membros do consulado alemão acompanharam Brode.

Ele havia sido detido na última sexta (24) para início do processo de deportação, após o vencimento do seu visto de turista (de 90 dias). A PF informou, no entanto, que a passagem foi paga pelo governo alemão, e o valor pago será ressarcido pela família de Brode.

Ele chegou em novembro do ano passado ao Brasil, vindo de um voo de Casablanca, no Marrocos. Ele faria uma conexão para Nova York e retornaria a Frankfurt, mas acabou perdendo a conexão. Como não conseguiu pagar para remarcar o voo, passou a viver no aeroporto de Cumbica.

Sem comida, o estrangeiro mexia nos cestos de lixo do aeroporto e espalhava sujeira pelo local. Também apresentava comportamento violento em alguns momentos, sendo flagrado por câmeras do aeroporto agredindo ao menos sete pessoas.
Sem nenhum registro de boletim de ocorrência das vítimas, o alemão não foi detido pelas agressões. Segundo a Polícia Civil, mesmo com os BOs, ele não seria preso por se tratar de um crime de menor potencial ofensivo.

Foto: TV Globo (Reprodução)

Alemão que vive há três meses no aeroporto deverá ser deportado neste domingo

A Justiça Federal aprovou nesta sexta-feira (25) a deportação do alemão Stephan Brode, 44, que está vivendo há cerca de três meses no aeroporto de Cumbica, em Guarulhos (na Grande SP), após perder seu voo. Ele deve embarcar para seu país no próximo domingo (26), segundo a Polícia Federal.

Brode foi detido por policiais federais por volta das 20h, após a Justiça expedir mandado de prisão. Caso o governo alemão assuma a responsabilidade pelo estrangeiro, ele será acompanhado por agentes brasileiros apenas até o avião, onde será entregue por agentes alemães, que o acompanharão até seu país.

Brode chegou em novembro ao Brasil, vindo de um voo de Casablanca, no Marrocos. Ele faria uma conexão, seguiria a Nova York e retornaria a Frankfurt. Ele, porém, teria perdido a conexão, não conseguiu pagar para remarcar o voo e vive no aeroporto de Cumbica desde então.

Sem comida, o alemão mexe nos cestos de lixo do aeroporto e espalha sujeira pelo local. Também apresentou comportamento violento em alguns momentos, sendo flagrado por câmeras do aeroporto agredindo ao menos sete pessoas. Ao “Jornal Hoje”, da TV Globo, Brode negou qualquer agressão. “Não sou boxeador”, disse.

Sem nenhum registro de boletim de ocorrência das vítimas, o alemão não foi detido pelas agressões. Segundo a Polícia Civil, mesmo que isso ocorresse, ele não seria preso por se tratar de um crime de menor potencial ofensivo.
A administração do aeroporto informa que não tem poder de polícia para interferir na situação, mas que monitora por 24 horas a circulação de Brode no local, reportando aos órgãos de segurança competentes.

Na última quinta, o Consulado Geral da República Federal da Alemanha disse, em nota, que está cuidando do caso, mas que não divulgará informações para preservar a privacidade de Brode.
“Oferecemos todo o apoio consular possível. Mantemos um contato estreito e cooperamos com todas as autoridades brasileiras competentes”.

Foto: Reprodução GloboNews

Desde o ano passado no aeroporto, turista alemão agride passageiros

Sem rumo. Esta pode ser a definição simples para o turista alemão Stephen Brode, de 44 anos, que está “hospedado” desde o mês de dezembro do ano passado no Aeroporto Internacional de São Paulo–Guarulhos, em Cumbica. Enquanto as autoridades não tomam qualquer providência, o estrangeiro continua circulando livremente pelo equipamento e agredindo passageiros.

Ele chegou de forma legal ao país e sua permanência no local está atrelada a alteração de data e horário de sua passagem de volta a Alemanha. Sem condições financeiras para custear as taxas cobradas pela companhia aérea, Stephen decidiu permanecer no aeroporto. Apesar da discrição, seu comportamento é agressivo em relação aos demais passageiros. Pelo menos sete mulheres – passageiras e funcionárias de companhias aéreas – apanharam.

O delegado do posto da Polícia Federal no aeroporto, Marcelo Ivo, declarou em entrevista que o homem já foi notificado para deixar o país e caso não atenda a orientação, ele deverá ser deportado. Já o diretor de Operações do aeroporto, Miguel Dau, revelou não ter instrumentos legais para prender o alemão apesar do registro de atos de violência contra ele.

Segundo informações obtidas pelo HOJE, não há nenhuma queixa registrada contra o turista em relação às agressões. No entanto, funcionárias de companhias aéreas teriam feito o devido registro.
Em contato com a GRU Airport, concessionária responsável pela administração do equipamento de transporte aéreo, a mesma optou por não se pronunciar sobre o assunto, além de encaminhar o pedido de outras informações relacionadas ao alemão Stephen Brode com as polícias Civil e Federal, o Consulado da Alemanha ou a Delta Airlines.

Reportagem: Antônio Boaventura

Sem dinheiro para pagar a passagem, alemão vive no Aeroporto Internacional de Guarulhos desde dezembro

Esta é a situação do alemão Stephan Brode, 44, que desembarcou no Aeroporto Internacional de Guarulhos em dezembro, mas precisou alterar a passagem de volta, e como não tinha dinheiro e os cartões não funcionavam a companhia aérea não aceitou, e desde dezembro, Brode passou a ‘morar’ nos saguões do aeroporto.

De acordo com o site G1, para sobreviver, o alemão chega a procurar comida no lixo, e geralmente sempre está na parte do saguão do Terminal 2.

Alemão agride funcionárias do Aeroporto

Câmeras do Aeroporto Internacional de Guarulhos já flagraram agressões de Brode em alguns funcionários e passageiros. Ao todo, sete mulheres já foram agredidas com tapas e gritos do alemão. Como Brode chegou legalmente o país, o Aeroporto Internacional de Guarulhos está tentando contato com o consulado para uma possível deportação.

*Mais informações na edição do Guarulhos Hoje desta quinta-feira (23).

Reportagem: Ulisses Carvalho
Foto: Ivanildo Porto

Polícia Federal apreende mais de 100kg de cocaína

Policiais federais, em fiscalização de rotina no terminal de passageiros, abordaram um casal de venezuelanos que se encontrava na fila de embarque de voo com destino a Beirute, no Líbano, e decidiram realizar busca pessoal e revista das bagagens. Dentro das malas de ambos os passageiros foram encontrados tijolos com substância semelhante à cocaína. O casal foi conduzido à delegacia para a realização dos exames periciais. A mesma equipe de policiais ao retornar ao balcão de check-in para colher mais informações, sobre os passageiros conduzidos, notaram a presença de outro casal com as mesmas características e os selecionaram para vistoria. Novamente, na mala de ambos, foram encontrados tijolos com substância suspeita. Os exames periciais, realizados na delegacia, identificaram a substância como cocaína pura, cujo peso bruto somou quase 100 Kg, distribuídos em 96 tijolos. Todos receberam voz de prisão.

Os presos foram conduzidos aos presídios estaduais onde permanecerão à disposição da Justiça, respondendo pelo crime de tráfico internacional de drogas.

Polícia Federal apreende 52kg de drogas no Aeroporto internacional de Guarulhos

Na sexta-feira (17), no check-in de voo com destino a Joanesburgo, na África do Sul, um casal de venezuelanos, ele de 22 anos e ela de 25, foi selecionado para entrevista por policiais federais que faziam fiscalização de rotina. As duas malas dos passageiros foram submetidas ao raio-x, momento em que ficou constatada a existência de substância orgânica no interior de ambas. Após a abertura das malas e realização dos exames periciais, foram encontrados mais de 2 Kg de cocaína escondidos dentro de 3 garrafas térmicas. O casal revelou aos policiais que, na realidade, são irmãos e levavam as drogas para Malawi, na África, e que também estariam com drogas engolidas e introduzidas no corpo. Eles receberam voz de prisão e foram encaminhados ao hospital para que possam expelir as drogas.

Com outro venezuelano, de 32 anos, que pretendia embarcar para o Líbano no sábado (18), os policiais federais encontraram mais de 52 KG de cocaína pura distribuída na forma de 50 tijolos. O homem estava na fila do check-in e aparentou muito nervosismo quando notou a presença dos policiais federais sendo, por esse motivo, selecionado para entrevista, revista e busca pessoal.

Em outra ação, ocorrida momentos após a apreensão anterior, uma mulher boliviana, de 36 anos de idade, tentou embarcar para Doha, no Catar, com mais de 3 Kg de cocaína, ocultos em fundos falsos de sua bagagem. A droga estava distribuída em 24 volumes envoltos em placas metálicas. Os policiais encontraram a droga após o espectômetro de massa indicar que as bagagens da passageira possuíam alto grau de contaminação por cocaína.

Seleção brasileira está concentrada em Guarulhos para as eliminatórias sul-americanas

A seleção brasileira começou a chegar na noite deste domingo (19), no Hotel Marriot, localizado no Parque Cecap, próximo ao Aeroporto internacional de Guarulhos. Um dos primeiros a se apresentar foi o meia Diego, jogador do Flamengo, o lateral Marcelo, do Real Madrid, e a comissão técnica de Tite, que chegou às 20h30. Os últimos a desembarcar serão o atacante Neymar, do Barcelona, o lateral Daniel Alves, da Juventus, e o goleiro Alisson, da Roma.

A equipe de Tite começa a sua programação de treinamentos nesta segunda-feira (20), com treino às 16h, no Centro de Treinamento Joaquim Grava, do Corinthians. Na terça-feira (21), a seleção irá treinar no centro de Treinamento do São Paulo, na Barra Funda, com atividade às 15h30. Mais tarde, às 21h, o Brasil embarca no Aeroporto Internacional de Guarulhos rumo ao Uruguai, jogo que ocorre na quinta-feira (23), às 20h.

Após a partida contra os uruguaios, a seleção retorna para Guarulhos na madrugada de sexta-feira (24), às 4h30,onde continuará hospedada no Hotel Marriot, com treino aberto no sábado às 16h, no estádio do Morumbi. O Brasil fecha esta rodada das Eliminatórias Copa do Mundo Rússia 2018 contra o Paraguai, na terça-feira (28), às 21h45, na Arena Corinthians.

Reportagem: Ulisses Carvalho

Acusado na Operação Carne Fraca é preso nesta madrugada no Aeroporto Internacional de Guarulhos

O diretor de relações institucionais da BRF, Roney Nogueira, da antiga Brasil Foods S.A, foi preso na madrugada deste sábado(18),ao desembarcar no Aeroporto Internacional de Guarulhos, pela Polícia Federal. Nogueira, é um dos acusados da Operação Carne Fraca, e teria atuado para influenciar nas decisões dos fiscais do Ministério da Agricultura.

A Operação Carne Fraca investiga as fraudes durante a venda das carnes, pois a Polícia Federal informou que fiscais do Ministério da Agricultura recebiam propinas com o objetivo da liberação de licenças sem realizar fiscalizações nos frigoríficos.

Nogueira estava na África, e foi preso ao desembarcar no Aeroporto Internacional de Guarulhos, mas a PF ainda não informou para qual lugar o diretor será levado. A operação já afastou 33 servidores do Ministério da Agricultura, com interdições em três frigoríficos, 20 presos em sete estados e 309 mandados judiciais.

Reportagem: Ulisses Carvalho

Foto: Agência O Globo