Após mais uma reunião, rescisão de comissionados continua sem solução

O impasse sobre o pagamento das rescisões trabalhistas dos quase 2 mil funcionários comissionados demitidos no primeiro dia da gestão do prefeito Guti (PSB) persiste sem qualquer solução. Na manhã desta quarta-feira (22), integrantes da administração pública e representantes dos colaboradores estiveram reunidos e não chegaram a um consenso sobre o caso.

A prefeitura, por meio da Secretaria de Assuntos Jurídicos, teria solicitado aos representantes dos funcionários exonerados o prazo de mais sete dias para apresentar alternativas e um cronograma de pagamento. Foram demitidos 1.970 comissionados.

“O secretário João Pannocchia, e seu secretário-adjunto, Oswaldo Choli, e alguns procuradores municipais disseram que o parecer exarado pela Procuradoria está em estudo pela Junta Orçamentária de Finanças para análise orçamentária de viabilidade de pagamento das rescisões”, explicou o advogado Marcelo Cruz.

De acordo com Cruz, representante jurídico dos comissionados nesta discussão, os pagamentos das rescisões trabalhistas dependem de um parecer técnico elaborado pela Procuradoria do Município avalizando ou não a operação financeira. Ele ressalta que no encontro, os dirigentes da Secretaria de Assuntos Jurídicos usaram como argumento para a continuidade do imbróglio a questão da inconstitucionalidade dos cargos.

“O parecer não foi apresentado à comissão, mas seu conteúdo foi adiantado no sentido que, por conta da declaração de inconstitucionalidade da lei, alguns direitos poderão não ser pagos”, ressaltou o advogado.

Já a prefeitura, por meio da Secretaria de Assuntos Jurídicos, informa que aguarda uma nova reunião com a Junta Orçamentária-Financeira (JOF) marcada para o final da próxima semana.

Reportagem: Antônio Boaventura
Foto: Ivanildo Porto

Criança aguarda por atendimento de pneumologista há quase 11 meses

Nem mesmo os mais frágeis escapam dos efeitos provocados pela má gestão dos administradores públicos nos serviços prestados na área da Saúde. A crianças R.S.O., de apenas 3 anos, aguarda por atendimento de pneumologista na rede municipal há quase 11 meses. Além disso, a criança também está na espera por alergista e não tem qualquer tipo de resposta sobre quando será atendido pelo município.

Em relação ao alergista, segundo a mãe Jussara Oliveira, ao ser atendida no Hospital da Criança e do Adolescente, a médica solicitou alguns tipos de exames e orientou o seu retorno no mês de fevereiro para sua realização. Ao retornar, Jussara foi informada que não poderia mais fazer os exames por que o profissional que o atendeu já não fazia mais parte dos quadros de funcionário da municipalidade.

Ela também ressaltou que funcionários daquele hospital afirmaram que era necessário aguardar um posicionamento da Secretaria de Saúde sobre os procedimentos a serem adotados para que o atendimento possa ser realizado. No entanto, não existe qualquer prazo definido para que isso aconteça.

“Falaram que não tinha como agendar porque a médica saiu do hospital, e por não ter ninguém no lugar dela, e nem saberem onde ela está atendendo agora, pois agora estão esperando a resposta da Secretaria da Saúde. Isso não existe, né? Até quando as crianças vão ficar assim?”, perguntou Jussara.

A prefeitura, por meio da Secretaria de Saúde informou que a criança passou em consulta no Hospital Municipal da Criança e do Adolescente (HMCA) em 16 de dezembro do ano passado, com a médica especialista em alergia, que solicitou retorno após três meses. Ocorre que a médica com a qual ele passou, não atenderá mais consultas ambulatoriais no HMCA a partir deste ano.

A secretaria informou ainda que a orientação dada às mães é para procurar a UBS para agendar uma nova consulta com outra médica da mesma especialidade. Independente disso, a Secretaria de Saúde esclarece que R. S. O. vem sendo acompanhado pelo médico da UBS Belvedere com frequência.

Reportagem: Antônio Boaventura
Foto: Ivanildo Porto

EPG Nazira Abbud Zanardi recebe a Orquestra Jovem nesta sexta-feira

Difundir a música clássica para toda a cidade de Guarulhos. Esse é o objetivo do Programa Orquestra no Bairro, iniciativa da SECEL – Secretaria de Educação, Cultura, Esportes e Lazer que levará a Orquestra Jovem Municipal de Guarulhos (OJMG) à EPG Nazira Abbud Zanardi, na região do Cabuçu.

A apresentação da OJMG, que acontece na próxima sexta-feira, 24 de março, às 15h30, é aberta ao público e tem a intenção de levar cada vez mais, a cultura para diversos bairros da cidade.

De acordo com o maestro Emiliano Patarra, a apresentação tem caráter didático e estabelece um diálogo interativo com os espectadores:“O repertório desta sexta-feira conta com peças bastante conhecidas do público e segue uma ordem cronológica para contar um pouco a história da orquestra, de como ela surgiu até os dias de hoje”.

O espetáculo destaca aspectos relevantes das obras apresentadas, detalhando como foram compostas. O maestro explica também, que houve a preocupação de se manter várias formações diferentes: “Apresentamos peças com instrumentos de cordas, peças com solistas, a orquestra sinfônica completa e um movimento de sinfonia, para que as pessoas possam entender um pouco os gêneros de concerto da música sinfônica”, sugeriu Patarra.

Composições de J.S. Bach, Beethoven, Dvorak, Villa-Lobos e Williams serão executadas pela Orquestra Jovem. Sem dúvida, o público vai viver grandes emoções.

Serviço:

Orquestra no Bairro: Orquestra Jovem Municipal de Guarulhos

Data: 24 de março, 15h30

Local: EPG Nazira Abbud Zanardi

Rua Santina, 214 – Recreio São Jorge – Guarulhos

SECEL oferece oficina de fotografia

Com o objetivo de fortalecer a formação de artistas, fotógrafos e agentes culturais multiplicadores, a Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer – SECEL promove oficina de fotografia para iniciantes. A oficina será ministrada pelo arte-educador André Okuma, no Centro Municipal de Educação e Artes – CEMEAR

Para se inscrever, os interessados devem ter idade a partir de 14 anos, possuir equipamento fotográfico (profissional ou não) e realizar a inscrição no link https://goo.gl/forms/P1dvGRCLc2JzdCOv2.

Há duas opções de horários, sempre às quintas-feiras: das 8h às 9h45 e das 10h às 11h45, com 15 vagas para cada turma. A oficina terá duração de 4 meses.

O Curso de Introdução à Fotografia é voltado para pessoas que querem aprender a utilizar equipamentos com recursos fotográficos, como celulares ou câmeras domésticas. O curso é composto de aulas teóricas e práticas com o objetivo de sensibilizar o olhar para o ato fotográfico a partir dos conceitos fundamentais da fotografia como iluminação, composição e tratamento de imagem.

Em nota oficial, Eli Corrêa esclarece sobre investigação do caso Rodoanel Norte pela Procuradoria Geral

Nota Oficial Deputado Eli Corrêa Filho

Muito me surpreendeu a postura de alguns veículos de comunicação, principalmente da grande mídia, que associaram meu nome a investigações realizadas pelo Ministério Público e tentaram, com reportagem tendenciosa, denegrir minha imagem política e pessoal e da minha esposa.

Minha esposa e outras 27 pessoas são proprietárias de determinados terrenos em Guarulhos por onde estão passando as obras do Rodoanel, e há discussão por meio de processo judicial para receber o valor real e atualizado, e a imprensa tem acusado e focado apenas na pessoa dela, que é esposa de deputado, alegando que ela quer receber mais do que o terreno vale.

Não tem nada de ilegal nesse processo.

Sempre pautei minha carreira política com base na honestidade, dignidade, respeito e principalmente pelo trabalho em defesa do povo.

Fui eleito Deputado Estadual mais jovem da história do Estado de São Paulo; na Rádio Capital, trabalho há mais de 20 anos como Repórter do Povo; e na Câmara dos Deputados, em Brasília, mantenho um trabalho de retribuição e gratidão aos ouvintes e eleitores que confiam na gente.

Durante todos esses anos me dedico intensamente em busca de boa atuação como Deputado e sempre fui reconhecido como Deputado Federal com ótimo desempenho em favor de um Brasil mais ético, moderno, igualitário e competitivo. Muito me honra estar entre os melhores parlamentares do país.

Eli Corrêa Filho
Deputado Federal

Feira de Artesanato ocupará área externa do Casarão da Sete de Setembro

A iniciativa, que envolveu a Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social, a Proguaru e a Guarda Civil Municipal (GCM), teve como objetivo preparar o local para receber no próximo dia 8 de abril, a Feira Permanente de Artesanatos, ação da Secretaria do Trabalho, um dos primeiros passos para a ocupação popular do espaço enquanto ele aguarda o seu restauro. O espaço pertenceu à família do ex-prefeito de Guarulhos José Maurício de Oliveira, que governou a cidade de 1919 a 1930 e de 1940 a 1945.

Para o secretário de Educação, Cultura, Esporte e Lazer (Secel), Alexandre Zeitune, as iniciativas de limpeza e ocupação do casarão sinalizam a força das parcerias entre a Prefeitura, a sociedade civil e a AAPAH – Associação Amigos do Patrimônio e Arquivo Histórico.

“Uma cidade boa de viver e que apresenta qualidade de vida para seu povo necessita da integração entre o poder público e a sociedade civil. A proposta é de ocupação do espaço ao lado do casarão, com uma iniciativa de economia solidária e geração de renda para as pessoas utilizarem o que é realmente delas. É um processo de resgate da cidadania, de busca de qualidade de vida, feito pelos próprios cidadãos e viabilizado por um governo que mobiliza a sociedade para ir ao encontro de seus anseios. Ninguém melhor do que nós mesmos para cuidarmos do que é nosso de verdade”, declarou Zeitune.

Empresa de cenografia guarulhense abre 175 vagas de emprego

A 2 a 1 Cenografia apresenta seu novo portfólio de criações para o Natal 2017. Com direitos exclusivos de licenciamento de corporações como Dreamworks, Mauricio de Sousa Ao Vivo e Mattel, a empresa desenvolve atrações lúdicas e interativas, que envolvem o público em temáticas que agradam toda a família e esperam dobrar o quadro de funcionários esse ano, para atender a demanda com excelência.

“Nosso objetivo é promover uma experiência sensorial para que a criança viva a realidade dos personagens das animações mais conhecidas, como Shrek, Smurfs, O Mágico de Oz e a Turma da Mônica, entre outras. Para ela, fazer uma poção mágica com os Smurfs ou participar da elaboração dos cookies da família do Shrek, por exemplo, serão momentos únicos e por isso apostamos nesse tipo de experimentação do público em nossos projetos de Natal nos shoppings”, explica Caio Paulino, diretor de Marketing da 2 a 1 Cenografia.

A 2 a 1 está no mercado de cenografia há 18 anos e vem registrando um forte crescimento. Esse ano, a empresa espera aumentar o faturamento em 25% em relação a 2016 e dobrar o quadro de funcionários, hoje composto por 175 profissionais, até o segundo semestre.

“Apostamos em cenografias diferenciadas e um trabalho de excelência e tanto nossos clientes, os shoppings centers, quanto o público-final, adoram o resultado. Recentemente mudamos para um local maior, ampliamos o número de funcionários e esse ano esperamos um crescimento de 25% em relação a 2016”, diz Caio Paulino, diretor de Marketing da 2a1.

Sobre a 2 A 1 Cenografia

Com quase 2.000 ações já realizadas em todo o Brasil, a 2a1 é especialista em soluções de cenografia dos mais diversos temas. Fundada em 1999, a empresa é hoje, uma das maiores do segmento cenográfico e a única a produzir eventos de ponta a ponta, desde a confecção dos cenários até a logística e montagem. A companhia oferece uma linha completa de exposições, serviços, promoções e recreações para shopping centers. Em 2015 inaugurou a filial no Nordeste, em Salvador. A 2a1 integra o grupo ND/C, detentor também da Dgital, Nótice e Imaginatex.

SERVIÇO:

Rua Panambi, 1191, Cidade Industrial Satélite
Currículo pode ser enviado para o e-mail: contato@2a1.com.br
Telefone: +55 11 2412 1711

Em ritmo lento, prefeitura promete entrega do piscinão da Vila Galvão no 2º semestre

Promessa da antiga gestão Almeida para 2012, a entrega do piscinão da Vila Galvão ganhou um novo prazo para ser concluído. Apesar do ritmo lento das obras, a Prefeitura de Guarulhos pretende finalizar o processo de construção do empreendimento durante o segundo semestre deste ano. O custo da obra é de R$ 23 milhões.

O HOJE esteve no local na manhã desta terça-feira (21) e não presenciou nenhum operário trabalhando, apenas máquinas paradas. Segundo um morador da região, que preferiu não se identificar, revelou que poucos trabalhadores comparecem ao canteiro e que não existe uma regularidade na execução dos trabalhos.

“As inundações estão continuando com o piscinão. Dizem que os canais construídos para serem ligados ao piscinão não foram concluídos e por isso que ainda ocorrem enchentes. A avenida (Francisco Conde) enche bem rápido”, disse Maria Cristina, dirigente da Escola Reino da Alegria.

O último prazo para entrega do empreendimento, segundo a prefeitura, seria nos últimos dias do mês de agosto do ano passado. As obras foram iniciadas em 2011. O objetivo do piscinão é reduzir os diversos problemas causados pelas chuvas naquela região, que sofre com constantes alagamentos.
A prefeitura, por meio da Secretaria de Obras, negou que a obra esteja paralisada e que a conclusão está prevista para o segundo semestre deste ano. Também destaca que não houve alteração no cronograma financeiro para conclusão do empreendimento.

Reportagem: Antônio Boaventura
Foto: Ivanildo Porto

Equipe do Saae descobre quase três irregularidades por dia em 2017

O dono do estabelecimento já havia sido multado em quase R$ 12 mil duas semanas antes por ter feito uma ligação de água irregular (o popular “gato”), além de ter seu fornecimento cortado. Na sexta-feira, agentes da autarquia retornaram ao local e descobriram que ele havia reincidido na infração, o que gerou uma multa dobrada.

Entre 2 de janeiro e 17 de março, o “caça-gatos” do Saae já descobriu 198 ligações irregulares, uma média de quase três a cada dia útil de serviço. Foram 91 em janeiro, 71 em fevereiro e 36 até o momento em março. Os números englobam irregularidades em residências, estabelecimentos comerciais e industriais.

De acordo com a gerente comercial do Saae, Elisabete Magagnin, entre 5% e 6% das denúncias de “gatos” de fato são fraudes, mas todas são verificadas. Em janeiro, por exemplo, foram cerca de 1.500 vistorias realizadas por todo o município.

“Sempre que descobrimos uma fraude aplicamos a multa, que possui valores diferentes para casas, comércios e indústrias. Cobramos também uma média do que aquele local possivelmente estava consumindo e a água só volta a ser fornecida após o pagamento da multa e dos atrasados ou a realização de um acordo”, afirma Elisabete. Segundo ela, após essas providências há poucos reincidentes.

Cinco corpos já foram encontrados no cemitério clandestino e Polícia Civil prende mais um suspeito

O número de corpos encontrados no cemitério clandestino do Taboão chegou a cinco. A Polícia Civil realizou a segunda prisão de um suspeito, o primeiro foi Jefferson dos Santos, que teria confessado o crime, além de afirmar que era membro da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC). A segunda prisão é de Diego Rodrigues Souza, que teria informado sobre o local onde estava o quinto corpo.

As mortes seriam de possíveis membros de facções criminosas rivais ou de estupradores. O caso começou quando a Policia Militar encontrou quatro corpos no dia 7 de março, e após investigações, a Polícia Civil chegou a dois suspeitos, um foi solto, e outro, Jefferson dos Santos, permanece preso.